O Magazine Luiza vem adotando, desde o ano passado, uma estratégia em princípio bem inteligente, adquirindo sites conceituados e segmentados de conteúdo. Os últimos a entrarem para o grupo Magalu foram a plataforma multimídia Jovem Nerd, voltado a cultura pop, o portal Steal The Look, de moda, beleza e estilo de vida, o Push, plataforma de empreendedorismo feminino e o site de notícias CanalTech, de tecnologia.

Com mais de 5,5 milhões de inscritos em seus canais no YouTube, os programas do Jovem Nerd já superaram a marca de 1 bilhão de visualizações. O site tem mais de 1,3 milhão de seguidores no Instagram e cerca de 3 milhões no Twitter.

Na semana passada, cheguei a mandar uma mensagem pelo Instagram para Luiza Trajano perguntando sobre os planos da empresa em relação ao investimento em conteúdo. Porém, como não tive resposta como já esperava, já que a empresária deve receber milhões de mensagens por dia e está super ocupada com a iniciativa incrível Todos Pela Vacina, resolvi eu mesma dar algumas ideias do que o super grupo de varejo pode fazer com as novas aquisições.

O melhor é que a maior parte delas pode ser aplicada a qualquer empresa que queira embarcar no universo do conteúdo para gerar negócios. Dá uma olhada:

 

1 – Aquecer e se aproximar do público 

A estratégia mais óbvia é investir em marketing de conteúdo e não é a primeira empresa brasileira que vai por esse caminho. Grandes corporações estão percebendo o poder da informação de qualidade na construção da credibilidade e da confiança em uma marca e passaram a adquirir plataformas editoriais já estabelecidas. Há dois anos, o BTG Pactual passou a ser dono da Exame e, dez anos atrás, a XP Investimentos já tinha adquirido o portal InfoMoney.

O modelo de e-commerce content é muito forte na China com o Alibaba, por exemplo, e é uma ótima forma de quebrar o distanciamento e a frieza das vendas pela internet. Oferecer conteúdo relevante em diversos pontos da jornada de compra ajuda a melhorar a experiência do consumidor e influencia na decisão de compra.

O Steal The Look tem bastante experiência no assunto, já que começou como um blog monetizado por afiliação, criando conteúdo para sugerir produtos de marcas que pagavam comissões por vendas feitas.

 

2 – Curadoria de produtos

A credibilidade construída pelas plataformas editoriais em suas áreas faz com que a recomendação de produtos seja bem aceita pelos clientes.

Segmentar sugestões agregando informação é também uma forma de ser útil ao público e aumentar a influência nas decisões de compra.

Além de usar o próprio conteúdo dos sites e redes sociais, é possível criar vitrines temáticas com produtos selecionados pelas equipes de especialistas.

Outra alternativa de negócio em alta é a criação de kits temáticos por assinatura, com curadoria mensal de produtos de acordo com o interesse do público. 

STL poderia, por exemplo, oferecer boxes de acessórios, cosméticos ou até mesmo looks. Jovem Nerd pode selecionar livros, HQs e até mesmo peças de vestuário e acessórios, como bonés exclusivos para os fãs de filmes, séries, quadrinhos e jogos.

3 – Criar produtos

No e-commerces, é mais fácil competir em um nicho específico do que com uma variedade muito ampla de produtos. Além disso, atende melhor ao desejo crescente dos consumidores de personalização da experiência de compra. Moda, beleza e tecnologia estão entre os segmentos em alta, segundo o E-commerce Brasil.

Cada um dos sites adquiridos poderia ter uma loja com produtos de marca própria, seguindo o modelo de DNVBs, que expliquei aqui. Steal The Look já se aventurou nisso no passado, quando lançou uma coleção de biquinis.

 

4 – Plataforma de Mídia

Além dos portais de conteúdo, Magalu adquiriu também empresas de tecnologia de mídia, como a Inloco Media, criando a divisão de publicidade digital da empresa, o MagaluAds. Combinando geração de conteúdo e audiência com a plataforma para comercialização de mídia digital para outras empresas é mais uma forma de monetização.

Além disso, fortalece o ecossistema por meio do qual a companhia atende as diversas necessidades dos vendedores plugados em seu marketplace. Hoje, fazem parte do grupo empresas como Netshoes, Estante Virtual e Época Cosméticos que podem ser beneficiadas pelo sistema de mídia nos portais de conteúdo adquiridos.

Os perfis nas redes sociais de Jovem Nerd e Steal the Look também são poderosos canais de mídia, com audiência qualificada, engajada e segmentada.

 

5 – Eventos

Não vamos esquecer que, junto com o Steal The Look, foi a plataforma Push, de empreendedorismo feminino, criada pelas mesmas fundadoras do site de moda. Além de conteúdo e de uma comunidade online, Push organiza grandes eventos presenciais com palestras de mulheres super poderosas.

Mesmo sem a possibilidade de eventos presenciais por enquanto, eventos online temáticos podem ser realizados com diversos objetivos que tragam valor à Magalu, como gerar leads, se relacionar e criar laços com comunidade, disseminar informações relacionadas aos valores e ao posicionamento da empresa, entre outros, além da própria monetização dos eventos.

 

6 – Melhorar a comunicação com vendedores do marketplace e afiliados

Magazine Luiza é hoje um marketplace e, como especialistas em produção de conteúdo multimídia, as equipes dos sites adquiridos podem ajudar a melhorar a comunicação tanto com parceiros do marketplace quanto com afiliados.

Orientações e informações que ajudem aumentar as vendas são um ganha-ganha.

 

7 – Captação de dados

Mesmo com discussões a respeito de privacidade, captar informações a respeito dos interesses do público que navega em sites de conteúdo e que interage nas redes sociais é uma forma poderosa e enriquecer a base de dados da empresa e otimizar estratégias de negócios e de marketing.

 

Qual caminho será que Magalu vai seguir? E qual será que vai ser a próxima aquisição? Deixa seu palpite aqui nos comentários!

 

Vivian Vianna

Estrategista de comunicação especialista em conteúdo, trabalha há 12 anos com posicionamento de empresas no ambiente digital. Super curiosa, estuda incansavelmente tudo o que tem a ver com o assunto. Na Tailor Made Content, cria estratégias de conteúdo e reputação digital para empresas.

Sugestões Nessa Categoria