Spotify Fan Study: entenda as tendências e o comportamento dos ouvintes de podcast 

nbsp

O Spotify apresentou o Fan Study para Podcast, um relatório de dados sobre comportamento dos ouvintes de podcast. O estudo, que reúne milhares de informações, traz sete grandes insights baseados em dados ainda pouco explorados no universo do podcast. Através de uma visão macro, o Fan Study analisa o engajamento dos podcasts e revelam “quem, o que e onde estão ouvindo” e “como eles estão ouvindo”.   

Confira abaixo os 7 insights do Fan Study para Podcast: 

  1. A descoberta de podcasts pela Geração Z está crescendo mais que o dobro das outras faixas etárias.  

Ao pensar em qual seria o perfil de ouvintes de podcast, inicialmente, você pode pensar que pessoas mais velhas, certo? Pois bem, o Spotify revelou que o ritmo de descoberta desse tipo de conteúdo pela Geração Z está crescendo de forma super acelerada, sendo mais que o dobro das demais gerações. Isso significa que os Genzers, além de curiosos, estão sempre em busca de seu próximo podcast favorito. 

2.           Até mesmo os menores podcasts podem ter ouvintes em todo o mundo.  

De acordo com o Fan Study, em média um podcast com 30 ouvintes, podem ter usuários de até cinco países diferentes, ou seja, uma audiência muito mais global do que é possível esperar.  Para cada 10 ouvintes que o podcast ganha, em média, 1 novo virá de um país diferente. 

3.           Enquanto a Comédia é o gênero mais popular globalmente, os outros gêneros preferidos variam amplamente entre as regiões.

Os ouvintes ao redor do mundo têm uma grande variedade de gêneros favoritos, mas em comparação com a média do público global, algumas regiões têm claros os seus  favoritos. Por exemplo, vemos que, em comparação com outras regiões, a América Latina adora podcasts de ficção, enquanto os Estados Unidos e o Canadá preferem conteúdos voltados para família e crianças e Ásia-Pacifico Religião & Espiritualidade. 

4.           Os fãs de podcast tem um gosto bem variado em gêneros de podcast

Ao analisar os fandoms, foi possível perceber que existem sobreposições de categorias preferidas, como por exemplo,  31% dos ouvintes de podcast de Artes, também ouvem Comédia. Porém apenas 18% dos ouvintes de comédia também consomem podcast  de artes. 

5.           Em um tempo de concentração reduzido, é surpreendente o tempo que os ouvintes passam ouvindo determinados gêneros de podcast 

Durante o estudo, observou-se que a taxa de conclusão de episódios varia de gênero para gênero. Os ouvintes mais dispostos a acompanhar os conteúdos do início ao fim são os amantes de True Crime e Tecnologia. 

6.           Fãs que seguem os podcasts irão ouvir 4 vezes mais os conteúdos de seus criadores preferidos

Não há surpresas ao pensar que os fãs ao serem notificados sobre a existência de conteúdos novos disponíveis na página inicial do Spotify seriam fiéis consumidores. Porém, este insight joga luz a importância de ser cuidadoso com a sua audiência fixa, ao invés de apenas se importar em ganhar novos ouvintes.  A fidelização dos ouvintes novos ou antigos contribuem para que os conteúdos sejam ouvidos com regularidade. 

7.           Durante os 4 primeiros meses é quando acontecem o maior crescimento nos podcast

Roma não foi construída em um dia, e o mesmo pode ser dito sobre o potencial de sucesso dos podcasts. É fácil desanimar quando o podcast parece não estar decolando, mas não é preciso desanimar.  Os podcasts no Spotify tendem a ver sua maior tração dentre os primeiros quatro meses de existência dos programas. Portanto, não desanimem!

Gustavo Giglio

Sócio do UoD (novos negócios/projetos especiais).
Baixista do Kisser Clan e co-fundador do Coffee Hunter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

post anterior
nbsp

PUMA e Pokémon em collab inspirada!

próximo post
nbsp

Tênebra: narrativas brasileiras de horror [1839-1899]

relacionados