Corra, texto, corra!

nbsp
nbsp
Imagem criado na IA Midjourney

Escrever é democrático, livre e perigoso mas não há nada mais temeroso do que começar um texto e não conseguir terminá-lo.

O bloqueio criativo bem sei que todos aqui já tiveram – não minta para si mesmo – e nestas divergências de querer escrever e não conseguir que recorremos a artifícios de escrita – o café é um deles, considere isso – e nos perdemos nas infinitas técnicas e exercícios que se funcionam para alguns não funciona para nós, tão frustrante quanto como indicar um livro a alguém que não gostou do filme.

Escrever é perigoso. Para nossa ansiedade e as vezes para sociedade – dependendo de quem lê – mas vou ficar só na primeira parte. Saudade daquilo que não vivemos, não vejo melhor descrição do bloqueio criativo na escrita. Comecei o texto querendo ler sua conclusão. – Por onde andas?

Nestas desventuras de destravar os dedos – Nem minha personal conseguiu um treino para isso – e controlar a ansiedade que planejamento nenhum salva, encontrei algo ainda mais perigoso – De perigo como nome próprio, lhe digo – um aplicativo que te força a escrever.

The Most Dangerous Writing App. – Sem delongas – Direto ao ponto e quase como uma versão do filme de Jogos Mortais para escritores, o site avisa “Não pare de escrever ou todo seu progresso será perdido”. – WTF? – Me senti mesmo no filme. Imagine não poder parar de escrever num contínuo fluxo de ideias. Seria o sonho de qualquer um não fosse a obrigação de fazê-lo. Obrigação não, ameaça. Como assim perder tudo?

Home do site mais perigoso para escritores desavisados

Sinto que entrei em uma enrascada – Você não se sentiria assim também? – E se durante meu fluxo contínuo por alguma razão dos deuses escritores eu produzisse meu melhor texto e, por breves segundos, precisasse recuperar meu fôlego e sem receio algum de me ferir – Afinal que tecnologia tem sentimentos – uma obra prima, possível claro, teria se perdido entre bits e bytes, entre zeros e um.

No fim, recomendo. Como em um treino, exercício, foco e disciplina, me ajudou a desconstruir a ansiedade do final do texto, antes com textos sempre baseados na História sem Fim agora um perigoso, mas disciplinado, fluxo contínuo de ideias pra revisão.

Lucas Röttgering

Tudo pode ser referência e gerar valor, desde que se eduque o olhar.

Publicitário e Designer, teve sua própria consultoria para PME da economia criativa, colabora no projeto e portal sobre transformação do negócios Estratégias que Transformam e é mentor voluntário na Aliança Empreendedora.

post anterior
nbsp

Milton Nascimento em São Paulo

próximo post
nbsp

Shane Hawkins, filho de Taylor, emociona plateia em tributo ao pai

relacionados