A password will be e-mailed to you.

Vivemos em uma cultura onde a música é feita para ser consumida, não analisada ou apreciada. Muitas vezes, nos emocionamos ao ouvir nossas canções favoritas, mas raramente paramos para pensar e entender como essa música nos atinge. Não aprendemos sobre música — apenas consumimos.

O novo projeto WebVR do Google, Inside Music, visa mudar isso. Ele coloca os usuários em um espaço virtual onde eles podem ver e ouvir os componentes individuais de uma faixa. O Google se uniu ao popular podcast Song Exploder para oferecer aos amantes da música uma nova maneira de ver e ouvir sua música favorita, o experimento atualmente com as músicas da banda Phoenix, Natalia Lafourcade, Perfume Genius, Alarm Will Sound, Clipping e Ibeyi.

O experimento interativo é inspirado pela forma como o podcast do Song Explorer convida os artistas a dissecar suas músicas e explica aos ouvintes como cada instrumento se junta para criar o produto final. Ele permite que você explore camadas da música ao seu redor, usando o áudio espacial para entender como uma música é composta. Você pode até ativar e desativar as camadas, permitindo que você ouça as peças individuais de uma maneira nova.

Olhe para frente, e você pode ver uma esfera que acende e emite ondas sempre que o vocalista canta. À sua direita, você pode encontrar uma esfera correspondente à faixa da bateria; sua esquerda pode corresponder a uma faixa do baixo que você mal conseguiria ouvir. Os componentes individuais podem ser ativados ou desativados à vontade, permitindo que o usuário desencadeie a construção da música por si mesmos.

 

A atual demo WebVR possui seis músicas, mas os usuários podem adicionar sua própria música com um pouco de conhecimento em JavaScript.
Viva a sua música!