14.1 C
Sao Paulo
17/11/2019
Sem categoria

FUEL/Lisboa: “Primeiros Sinais”

Em parceria com a Associação de Mulheres contra a Violência, a FUEL lançou recentemente a campanha “Primeiros Sinais”, alavancada no insight de que, antes de a violência física acontecer, há muitos outros sinais de alarme a considerar, podendo as palavras ser um deles.

clique nas imagens para enquadrar

O número de casos de violência contra a mulher em Portugal é alarmante. Mas não queríamos usar a expressão física da violência (marcas físicas, sangue, etc), como habitualmente acontece, pois, sendo a fórmula mais utilizada, pode banalizar-se, podendo também banalizar o problema, explica Joana Cavaleiro, copywriter da FUEL.

Através de uma linha de apoio direta da Associação das Mulheres Contra a Violência, disponível na plataforma WhatsApp, é possível colocar questões, pedir ajuda e/ou alertar para potenciais casos de violência. Com a criação desta linha acreditamos que podemos facilitar os pedidos de ajuda. Porque num primeiro momento não é preciso dar a cara, nem sequer a voz, para sinalizar que alguma coisa não está bem, acrescenta Joana Cavaleiro, copywriter da FUEL.

Ficha Técnica

Dir. de Criação: JORGE TEIXEIRA
Redator: JOANA CAVALEIRO e HENRY MANDELBAUM GABRIEL MENDES
Diretor de Arte/Ilustrador: GABRIEL MENDES
Head Production: PEDRO SILVA
Diretora de Conta: SARA GUERRA
Planejamento: RITA BARRETO

Posts Relacionados

Rethink/CAN: maconha afeta a compreensão

Wagner Brenner

Trato Feito / History Channel: um momento pode mudar a história. E o preço

Wagner Brenner

Você no meio da história. Penguin audio books

Wagner Brenner

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh