Toblerone: o redesign de uma marca com 114 anos de idade

Marca aparece cortada na famosa embalagem triangular, uma mudança ousada mas que traz personalidade.

Imagina um briefing desses caindo no seu colo. Criar um redesign de uma marca criada em 1908, que tem uma das embalagens mais famosas do mundo: a charmosíssima caixinha triangular amarela com o Matterhorn, o logão vermelho escrito naquela fonte cheia de personalidade européia e o urso escondido.

Um animal triangular em um zoológico de quadrados e retangulares.

Há que ter atrevimento, coragem, respeito e… competencia. Isso sem mencionar que o último “ajuste” de design foi na barra de chocolate, espançando mais os triangulos e diminuindo bastante o volume de chocolate, o que foi percebido por muita gente como uma “malandragem” na época.

Pois bem, esse foi exatamente o desafio que ficou a cargo do estúdio de design Bulletproof.

Por trás dessa história estão Emil Baumann e Theodor Tobler, que combinaram chocolate com pedaços de torrone (ou Nougat), criaram o nome e a forma e a embalagem do chocolate logo de cara. Hoje, de propriedade da Mondelez, o Toblerone continua um produto diferente dos outros, graças à sua forma distinta.

O Redesign

A marca

A marca foi atualizada, sem perder sua essencia. É um trabalho super bem feito, daqueles que o consumidor sente que modernizou mas sem saber exatamente como. Na verdade parece parecido co o original mas veja quanta coisa foi ajustada: o vermelho ficou mais vibrante, as sombras estão mais para azul para acentuar o contraste e com mais respiro, as letras estão agora alinhadas pela base, os “buracos” das letras estão mais abertos, a letra “B” tem uma base maior e mais equilibrada. Tudo muito sutíl para os mortais, mas encantador para os designers.

A embalagem

A forma triangular da caixinha não mudou, mas a aplicação dos elementos dão um frio na espinha. Aqui, a mudança mais ousada e perceptível de todo o projeto: o logo extrapola a borda e passa para a face seguinte, “cortando” a palavra Toblerone. à primeira vista incomoda, mas com o tempo a interpretação vai mudando. Ainda não me acostumei com a ideia, mas gosto muito do convite que isso me sugere, para girar a caixinha, para passear pelas outras faces. O convite à manipulação sempre existiu, mas agora parece incentivado. E a marca, facilmente reconhecível, suporta esse papel.

Um novo site

Toblerone também trabalhou com a produtora digital Media Monks para criar um novo site de comércio eletrônico DTC. O novo site apresenta um personalizador de barra de presentes com sete designs de embalagem ousados ​​e a capacidade de adicionar o nome do destinatário e uma mensagem personalizada. Os designs distintos usam paletas de cores vibrantes inspiradas na música, moda e arte.

Confira o site.

Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die.

post anterior

Que tal uma Surfer Boy Pizza, de Stranger Things? Tem no Walmart

próximo post

Sobre jogos de tênis, Sherlock Holmes e a tal da criatividade

relacionados