in ,

Socorro, não consigo mais ler livros

Insistência literária

Sou um leitor, desde que me entendo por gente. Sempre li muito. E continuo lendo. Mas de uns anos para cá, me alimentar compulsivamente de internet tem causado um efeito colateral que ainda não consigo explicar muito bem.

Só sei que agora, toda vez que pego um livro nas mãos, não consigo ler, canso rápido. Se o texto não “embala” logo, preciso de muito esforço para continuar com a leitura. E não é só com o livro de papel. A mesma coisa acontece com o livro digital. Não tem nada a ver com o tipo de apoio. Tem a ver com a extensão do texto.

Essa situação tem me deixado angustiado. Será que desaprendi a ler? Será que fiquei preguiçoso? Será que agora só consigo ler coisas curtinhas e, de preferência, com uns links? Acho que não. Na verdade, nunca li tanto como agora. Passo o dia inteiro lendo. Mas leio cacos, fragmentos.

Sim, o efeito é conhecido e foi previsto anos atrás.

Sai o disco, entra a música.
Sai o filme, entra a série.
Sai a série, entra o curta do Youtube.
Sai a mesa de bar, entra o Facebook.
Sai o livro, entra o post, o artigo.

Tudo o que era consumido em pacote-família, em tabletão, agora é consumido em formato M&M’s.

A gente já sabia que isso acontecer, faz tempo. Mas o que eu ainda não tinha sentido na pele é que esse fenômeno do snack culture iria me TIRAR algo e me IMPEDIR de ler textos longos. Porque uma coisa é você perceber que existe uma nova maneira de ler (circular e não linear) e passar a usá-la.

Outra coisa é você perder sua capacidade de concentração.

Eu queria adicionar o jeito novo, mas não queria perder o jeito velho.

A internet causou em mim, e talvez em você, uma diminuição na atenção, um efeito similar ao do Transtorno do Déficit de Atenção (TDAH). Não que essa dificuldade de concentração seja um TDAH (que é neuro-biológico e tem causas genéticas), mas tem essa característica em comum. Aliás, os próprios parâmetros de diagnóstico de TDAH tem sido frequentemente revistos justamente por conta dessa alteração de comportamento, especialmente em escolas.

Já tentei de tudo, busquei aquelas ficções bacanas, cheias de escapismo, com viagens para lugares distantes, coisas que eu devorava durante a adolescência…mas 10 minutos depois o que escapa é minha atenção mesmo.

Fico voltando para o começo do parágrafo, sabe? Nem a biografia do Steve Jobs eu consegui terminar.

Fico repetindo para o autor “vai, já entendi, conta logo, pára de enrolar”.

Esse é outro sintoma: fiquei mais factual e perco fácil a paciência com aquela fase de contextualização e envolvimento com os personagens.

Meu kindle tem, neste exato momento, a ridícula marca de 18 livros iniciados.

Estou fazendo com eles a mesma coisa que faço com as músicas no meu iPhone, que fatalmente acabam tomando uma “skipada” depois de alguns segundos (tirando as do Zappa, que felizmente ainda ouço cada nota com prazer até o fim). Pô, eu ouvia aqueles álbuns inteiros do Pink Floyd… agora isso seria inimaginável.

Sei que isso tudo soa como algo ruim, mas nem isso eu tenho certeza.

A civilização humana já passou por isso muito antes da internet, por exemplo quando passamos da comunicação exclusivamente oral e acrescentamos a escrita. Colocar conteúdo por escrito livrou nossa memória e permitiu textos bem mais longos e precisos. Agora estamos de volta aos conteúdos curtos, mas ainda mais precisos. E, se um dia desenvolvermos a telepatia, certamente as palavras vão nos parecer ineficientes demais. Formas diferentes de trocar conteúdos, histórias.

Enfim, um post pouco conclusivo, mais desabafo mesmo, para ver se tem mais gente nesse barco.

Estou assustado por não conseguir mais ler um livro inteiro.


Also published on Medium.

Reportar

Legend

Escrito por Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die!

504 Comments

Leave a Reply
  1. Poxa , estou me sentindo assim !!!

    Os livros não tem fluido , fico lendo e muitas vezes preciso voltar páginas para fixar novamente o que foi abordado !

    Mas me senti confortável ao ler tantos comentários , vi que não sou a única 🤦🏻‍♀️🤷‍♀️

  2. O meu caso é tanto que nem tenho paciência de ler o que vcs estão relatando. Quanto maior o relato, desisto de ler. Sofro disso antes de existir a internet. Tenho fases raras que li livros seguidos, mas o assunto era o mesmo que me interessava naquele dado momento. Agora mesmo, há 2 semanas atrás, estava louca pra ler a autobiografia do Martin Luther King. Acontece que entrei 1 semana depois de comprar o livro numa crise de ansiedade ( por outros motivos) e não consegui mais sair das primeiras páginas. Ainda estou por conta que não consigo por nada ler o tal livro!

  3. Poxa, estou neste barco também. Foi inevitável este fato quando eu disse troquei um bom livro real pelo digital. Caí no meu próprio laço de engano.

  4. Olá, me deparei com esse post quando fui pesquisar na net: Tento ler, mas fico agoniado. As vezes, quando pego em um livro, e na maoria delas, tenho uma certa falta de concentração, a não ser que o assunto me interesse muito, fico totalmente desorientado, lendo por horas e horas. Tem dias que eu penso ser em vão tudo que estou tentando fixar em minha mente com leitura, porém tomo muito cuidado para não assimilar isto a transtornos, como ansiedade, ou qualquer outro tipo deles. Apesar de já ter sido diagnosticado com o mesmo, e tomando remédios para ”curá-lo”, prefiro acreditar que seja apenas uma grande descarga de energia, do que asscoiar a um grande mal que abate milhões de pessoas e eu! Contudo, Gostei de ter encontado teu desabafo neste site; a saída que procurei para meu problema, foi estar o mais tranquilo possível para ler, sem sobrecargas nervosas ou psicológicas, sem querer atropelar todo o conteúdo do livro. Por mais que pareça um costume cultural, a falta de leitura em nosso país, acho que o ideal mesmo seria nos colocar diante das dificuldades e encontrar uma saída para a mesma. OBS: eu lia e entendia um livro de 400 a 600 páginas em uma semana, Hoje em dia 200 páginas por semana é muito e desgastante!

  5. Boa noite!! Estou com a mesma dificuldade…tanto que vim pesquisar na internet o que poderia ser esse fenômeno (apesar de já ter relacionado ao uso excessivo da internet) e dicas pra solucioná-lo! Se descobrir algo eficiente, compartilhe, por favor…tb tenho muitos livros esperando serem lidos…

    Abraços

  6. Interessante o post. Acho q tem dois lados da historia:
    Um deles é que a imensa maioria dos autores é muito prolixa, enchem linguiça para fazer o livro ficar de 200 ou 300 paginas. Quantos livros de 200 paginas já li que o autor poderia tranquilamente passado bem todas as ideias em 20 ou 30 páginas! mas aí não seria um livro e não daria para vender! O autor então enche linguiça e vc perde tempo da sua vida lendo texto prolixo!

    Vejo também que a maioria dos autores tem como principal objetivo ganhar com a venda do livro e não necessariamente passar conteúdo em quantidade de qualidade. E para isso fazem títulos chamativos, geralmente o livro começa bem e depois vc sente que não está agregando mais nada, porque realmente não esta. na área de autoajuda moto muito isso! Já abandonei vários na metade quando vi que não ajudavam em nada ou muito pouco.

    Já também a questão da atencao, que necessita de ser tratado primeiramente com boas horas de sono porque uma mente cansada não rende nada. Depois de .com a mente descansada também não rola, vc tem que ver se o ambiente de leitura está propicio. Se ainda não conseguir focar, pode ser útil buscar um médico e relatar a situacao, pois o metabolismo muda ao longo do tempo.

    Para mim já botei que o dono acumulado é fatal para concentracao. Outra coisa que notei é que o esforço que faço para me concentrar durante o dia no trabalho, que é um ambiente com muitas interrupções e barulhento, faz com que eu não tenha saco e energia para ler no fim do dia.

    Sobre os livros, por fim, começo vários e tenho dificuldade de terminar sempre pq descubro outro livro é a novidade chama a a atencao e fico curioso para começar o novo livro. E com isso acúmulo vários q comecei mas não consigo terminar pq sempre tem um novo que me interessa. mas os que são muito bons são mais fáceis de terminar, porque são interessantes do começo ao fim dentre os vários que começo sempre alguns fluem naturalmente até o fim.

  7. Estou na mesma situação, fico desanimado quando tenho que ler um artigo longo pra faculdade
    Parece que meu cérebro está fatigado ou cansado.
    Na hora de ler só ”passo os olhos”
    Isso é preocupante, não sei porque isso acontece.

    • Igualmente a mim
      Estudo programação quando tenho uma documentação longa eu simplesmente não tenho o mesmo foco de antes e acabo desistindo de ler…

  8. Estou na mesma sem conseguir ler direito. Sempre fui hiperativa, nunca parei quieta, sempre fiz mais de uma coisa ao mesmo tempo numa boa mas quando se tratava de livros, parava tudo e focava. Eu conseguia me focar na leitura por horas sem pular uma palavra sequer, porém hoje em dia é totalmente o contrário.. não consigo dizer o que acabei de ler segundos atrás, não consigo ler um longo texto sem pular pro final e sempre reclamo com o autor mentalmente dizendo pra ir direto ao ponto. Não sei mais o que fazer! Mesmo lendo algo que me interessa bastante, até mesmo esse post, fiquei pulando palavras. Tenho 15 anos, sempre gostei de ler qualquer coisa como fanfics, biografias, histórias etc, mas agora só tenho notas ruins e falta de atenção no dia a dia muito mais do que antes.

  9. Mano, sinto a mesma coisa. Antes eu lia muitos livros por ano, criava metas e etc. Hoje em dia nem ler matéria que de certa forma é de meu interesse consigo mais. Gostaria de compartilhar também que nem você, para ver se no fim das contas, compartilhar a situação surta algum efeito positivo e de throw-back, quem sabe hehehe.

  10. kkkkk É exatamente o que eu estou vivendo. Sem paciência para ler ou estudar. Olha só, hoje cheguei para trabalhar pensando nisso, aí fiz a seguinte pesquisa no google: “falta de paciência para ler ansiedade”. Foi assim que cheguei aqui.

  11. Pocha Wagner, estou no mesmo barco que você tudo me tira atenção as vezes quero ler livros relacionado ao meu trabalho, mas quando começo ler até um latido do cachorro da vizinha me tira totalmente a atenção volto 3 vezes no mesmo paragrafo, ai vem e fico lembrando daquela publicação das redes sociais, daquela foto que ainda não postei etc… o pior de tudo que não consigo me livrar pois meu trabalho exige conexão total com a internet, ja até pensei em fazer os bloqueios de sites igual as faculdades fazem sabe, estou lendo algumas histórias como a sua para ver se consigo largar esse costume de perda de vontade.

  12. Poxa, que matéria eu li por que tava, sem sono, vou contar minha história, eu preciso muito melhorar minha leitura no papel, eu não me concentro, leio um parágrafo e canso tão rápido, ao ler já troquei de óculos, mas não foi resolvido, acho que meu trabalho secular me consome as energias uso o computador o dia inteiro das 8:00 da manhã até as 18:00 da tarde lendo e-mails, respondendo, cadastrando contratos, vendo as mensagens de WhatsApp. Obrigação fazer isso, se não fizer não tenho meu salário no fim do mês! Não vou reclamar, mas faço trabalho voluntário como evangelizador do reino e falo da Bíblia com as pessoas, uns anos atrás eu lia mais, hoje leio muito menos, eu me cobro todos os dias, por que eu preciso saber exatamente e viver em harmonia com o que estou ensinando. Preciso fazer uma palestra de 30 minutos tipo usando um esboço físico e mental, estou com um pouco de dificuldade. O que eu faço? Preciso de ajuda de um especialista na área, ou preciso mudar de emprego? Socorro!!!

  13. Passo pela mesma coisa. Eu tento ler um livro, mas não me concentro o suficiente. Queria muito “mergulhar” nas histórias, mas para mim é difícil. Me sinto ansiosa ao ler; minha respiração fica ofegante, não sei o por quê. E eu sempre fico atenta para ver se já fiz um progresso bom na leitura e se estou quase terminando o livro (para poder voltar ao celular, mas é claro.) Será que tem algum jeito de reverter essa situação? Sempre penso em largar as redes sociais, mas seria um passo muito difícil para mim.

  14. Procurei no Google e encontrei seu artigo, eu me sinto envergonhado..sério vejo meus amigos que cresceram junto comigo e todos são leitores vorazes, pesquisadores e até escritores, esses dias recebi um livro de um escritor conterrâneo e não tive a coragem de passar da primeira página.. isso me causa aflição.. aqui afundado numa cisterna, não tenho concentração para nada, minha vida afunda..ahh eu queria tanto voltar..

  15. Eu vim pesquisar no google e apareceu o seu artigo, confesso que so li ate a metade e ja vim para os comentário. Estou passando por essa mesma situação, não consigo ler uma pagina sem querer mexer no celular ou entao a minha mente começa a viajar pra um universo paralelo e fico lembrando de coisas antigas.
    Será que existe alguma terapia para reverter isso, antes eu lia muitos livros e agora nao consigo mais

  16. Eu tenho isso, comecei lendo em voz alta, depois tendo que estar ouvido algum podcast e tv ligado, para poder estar com foco em algumas paginas do livro. Resultado, neurologista remédio Assert e depois Amitriptilina. O meu problema vem de mais de 5 anos e todos acompanhado de terapia, por isso os remédios tiveram que aparecer, diagnostico: Stress pós traumático.

  17. Sei como é, pois pra mim foi difícil até mesmo terminar seu texto rsrs…tenho disfemia e com a leitura consegui chegar ao equilíbrio, uma especie de auto cura, mas não consigo mais ler muita coisa, sou tomado pela impaciência e isso fez com que a minha gagueira aflorasse novamente. Devo ter uns 7 livros de auto ajuda que estão estão lacrados. Os ultimos que “comecei” a ler, senti que já conhecia o assunto e logo em seguida dormi kkkk… Tá complicado…

  18. Me encontro na mesma situação, sou graduanda em filosofia e meu curso exigi muita leitura, o problema é que ultimamente não tenho conseguido terminar nada, nenhum livro que inicio chego até o final

  19. Sabe ,nossa sociedade resume-se em : seja o silvio santos , ou estude , ou vá catar sucata , pedir gorjeta , passar o troco … Pelo visto já vi qual o meu barco , me fudi , não acho q conseguirei ler nunca mais , eu me sinto MAL com uma leitura , eu perco até o ar , cansa o corpo a alma e o espiríto .Nunca criei o gosto pela leitura e agora sinto na pele . As vezes em momentos como esse pensamos e refletirmos … Alguns nasceram para se dar bem , já outros … Alguém precisa deixar os banheiros limpos né ? Me envergonho de mim msm , juro que nem me importaria de trabalhar em uma profissão menos importante , mas queria olhar para mim msm e me sentir bem , saber que tenho conhecimento , que nada me falta .
    A propósito , bom texto , não acho q a internet seja a principal vilã , pois nela podemos conseguir os livros de graça , criamos o hábito de vadiar .

  20. eu consigo! Ainda que a leitura das mídias digitais me absorva, quanto mais sou sugada por ela, mais sinto necessidade da leitura fluida e envolvente que o livro oferece.

  21. Estou passando pela mesma coisa. E eu queria saber, como reverter? Preciso estudar, preciso ler. E não estou conseguindo me recuperar disso.
    :c

  22. Muito doido isso porque nunca fui de muitas leituras e me incomodava com isso. Sempre preferi rádio / podcast.
    Ao lê-lo, deu uma sensação esquisita de ‘ah, será que eu sempre fui assim da turma dos textos curtos/internet etc.?’
    ABS.

  23. amigo, vim no google e pesquisei “não consigo mais ler livros” e caí no seu post de 2016…
    tô tão fundo nesse problema que não consegui nem ler seu post inteiro sem pensar “vai logo”.. hahah. nada a ver com seu conteúdo, eu sou o problema mesmo.
    aflita pra achar soluções. bjao.

  24. Olá a todos. Me encontro na mesma situação. Não consigo estudar direito é muito menos ler meus livrinhos com a devida atenção. Meu pai gosta de prosear, aquela prosa bem estirada e cheia de detalhes, mas q logo me cansa. Na minha cabeça sinto vontade de lhe dizer: – fala logo e para de enrolar! Ele é de outro tempo, não se da com fb, e o zap. Acho q ele no final me venceu, pq não está escravo dessa situação pela qual estou passando. Meu coração apertado a cada segundo q estou lendo e na hora de fazer anotações escrevo tudo de qlqr jeito é finjo q entendi. Estou muito decepcionado comigo mesmo, pq me faz sentir q fracassei. Até isto q estou escrevendo está confuso, mas é apenas um desabafo tbm.

  25. Sim, é um fenômeno previsto há muito, como você colocou, mas que, creio, envolve outros fatores para além da extensão do texto. Tem a ver também com a mutação do nosso processo cognitivo e de absorção de informação, tem a ver com a mutação das nossas preferências temáticas – até porque alguns livros, eu tenho certeza disso, ainda te prendem como antes. Mas são casos mais raros hoje em dia, que acontecem apenas casualmente. Eu leio à beça, todos os dias, mas também tenho abandonado leituras como nunca antes. No entanto posso citar alguns cuja narrativa/tom/tema me prenderam em absoluto – um deles é o Graça Infinita, do David Foster Wallace, que, paradoxalmente, também fala dessa característica da pós-modernidade, que a gente pode resumir como superficialidade ou, ainda, imediatismo.

  26. Eu sempre li muito, mas assustei quando percebi que fiquei 4 anos sem conseguir terminar um livro. É muito mais fácil e rápido gastar nosso tempo procrastinando na internet ou vendo séries e mais séries na Netflix. O problema é que depois de um tempo dá a sensação de vazio, que esse tempo foi gasto à toa. Conversei com alguns amigos sobre isso, e todos sentiam a mesma coisa. Decidimos começar um clube do livro para retomar o hábito da leitura, e tem sido muito legal. O primeiro livro cansou, demorou, mas o incentivo do grupo ajudou. No segundo livro todos já estavam lendo como antes, às vezes 1 ou 2 livros por semana. Foi muito bom voltar a ler.

  27. Eu pensei que o problema fosse os tipos de livros que eu estava lendo mas já tentei outros e nada.
    Já virei a noite lendo livros e agora eu mal leio duas páginas e vou olhar o que tem no YouTube, Pinterest etc…
    Notei também que minha atenção e rapidamente movida pra outra coisa e terminar um livro de 300 páginas que não costumava ser nada pra mim se tornou algo cansativo.
    Estou preocupada, eu amo ler e sinceramente perder a vontade me deixa estressada e chateada comigo mesma.
    O que eu faço?

  28. Olá, está acontecendo a mesma coisa comigo nesse exato momento.
    Porém, além de não conseguir ler nada ou tentar e perder o tesão eu tô sem vontade de fazer outras coisas também
    Geralmente quando eu fico sem vontade de assistir filmes ou séries, um livro era a opção mas agora me sinto entediada com tudo.
    Tenho lido muito romances clichês e tento mudar para outro gênero para vê se enjoei mas não consigo.
    Eu espero que você tenha passado dessa fase.
    O que fez para conseguir?

  29. Com certeza suas palavras refletem o que todos aqui estamos sentindo. Eu já larguei o facebook, meu instagram tem apenas 9 postagens em 6 meses mas o meu sonho seria largar o whatsapp e ler notícias em sites como Terra, UOL, G1, etc… para acabar com essa impulsividade de receber uma nova mensagem ou uma nova notícia. Força a todos.

  30. Eu tenho uma ótima coleção de livros não lidos. Me tornei um ótimo comprador de livros interessantes que já eram pra ter sido lidos e me tornado alguém mais produtivo e esclarecido. Sofro dessa falta de atenção vítima da internet, das redes sociais e dos aplicativos “tipo whatsapp”. Talvez tudo tenha piorado com o Twitter que nos forçou a nos comunicarmos em, até então, 140 caracteres. Somos uma geração de ansiosos, de leitores-preguiçosos. Nem textos nem vídeos têm mais o direito de serem longos. Vou parar por aqui se não o texto fica muito longo e ninguém vai lê-lo inteiro. Abraço!

  31. Obrigado por colocar em palavras o meu sentimento. O pior: ando ficando irritado com isso e comigo mesmo.

  32. Estamos juntos, não consegui concluir o bacharel por exemplo. ôôo que legaaall…sinceramente não sei o que fazer! acho que o negócio é aceitar…

  33. Só leio em momentos de espera: filas, consultas, ônibus, andando… Ano passado li 7 livros assim.
    E uso meia folha A4 como marcador de página e fichamento. Quando acho uma frase legal, anoto página e parágrafo:
    12/2 e 5. 46/2 ao penúltimo

    É uma maneira de desapegar do que já foi lido e ler mais rápido. Quando preciso consultar de novo, é só olhar no fichamento. Dá pra organizar as páginas por tema. “págs 3, 40 e 52 falam sobre rotina… págs tal tal tal sobre histórias legais…”.

    • +Anoto data de início e fim da leitura.

      E dá pra saber quando um livro é bom pela quantidade de páginas anotadas no fichamento. O último que li (Pra Que Serve Uma Canção Como Essa? Adriana Calcanhoto) li em 10 dias, umas 5 páginas anotadas. UM LIXO DE LIVRO! Simplesmente pegou letras do Vagalume . com e jogou lá pra vender livro ¬¬ Quando o livro é bom eu leio as 200 e poucas páginas em uns 30 dias e quase não cabe anotação na folha

  34. Olá! Cheguei no seu post pesquisando no Google: como voltar a gostar de ler livros! Kkkkkk super me identifico com vc! Estamos no mesmo barco.

  35. Eu simplesmente me enxerguei no seu artigo…. como não consigo mais manter aquele ritmo de leitura? Pois é, eu também ando me “cansando” de textos mais longos! Juro que seu artigo li do começo ao fim haha abraços!!

  36. Wagner, te entendo! E super te entendo! Amo ler livros! Abri um blog para falar disso, o que me faz sentir muito mal, pois como você coloca no texto, não com as mesmas palavras, acho que me tornei leitora de fragmentos.
    No momento em que escrevo esse comentário, sinto minha cabeça pesando de cansaço. O pior? Ainda não li nada do livro que comecei a ler, há alguns dias atrás, e que quero resenhar para o meu blog e canal… Tenso! Tenho me esforçado para tentar ficar um pouco longe das redes sociais, mas escrevendo para blogs e tendo um canal, é quase impossível ficar longe delas. Encontrei o seu post ao perguntar ao Google “Socorro, o que fazer quando a leitura não flui”, pois estou pesquisando algumas coisas para um post meu. kkkkkkkkkkkkk #Tenso #SóUmDesabafo Excelente texto! Abraço!

  37. Escrito a 01 atras e ainda atual. Pior é quando adentra seu ambiente de trabalho: falta paciência e concentração pra reunioes se longo tempo, emails com imensos textos…. Se alguem souber onde podemos buscar ajuda, qual médico procurar…

  38. Não é só você, somos todos nós. E fico cada vez mais assustada com isso tudo, pois o que será de nós sem FOCAR, sem ter atenção num ato simples como a leitura!

  39. Que bom encontrar pessoas que estão passando o mesmo que eu!!!
    Voltei a estudar, estou cursando História como segunda graduação e há um tempo que venho observando minha incapacidade de focar em textos longos, tipo livros, artigos científicos e coisas do gênero, apesar de seguir várias páginas no FB que correspondem aos meus interesses e de ler quase tudo que é postado por elas. Mas quando chega a hora de aprofundar um assunto fico super ansiosa. Enquanto vou lendo os capítulos do livro fico pensando onde buscar mais e mais informações sobre o que estou lendo, sem dar chance do autor se explicar. Na maioria das vezes fico horas selecionando artigos “incríveis”, salvo todos eles, mas não volto para lê-los. Fico maravilhada com a facilidade do acesso à produção científica que existe hoje, porém não estou conseguindo aproveitá-la, porque gasto mais tempo lendo resumos e rastreando assuntos relacionados do que lendo o material disponível.
    Estou muito, muito angustiada com isso! Sem contar que estou fixando muito pouco o que leio.
    Lembro da minha primeira graduação e de como era fácil ficar horas lendo e marcando os livros, depois fazer um resumo ou fichamento.
    Vi uma pessoa, nos comentários, falando sobre o sentimento de solidão ao ler livros atualmente. Também sinto isso! Como se o mundo estivesse correndo em algum lugar e eu não o estivesse acompanhando, daí não resisto e volto a sapear na internet, em busca de mais e mais novidades… O que fazer?

  40. Também amava livros, ainda amo mas há tempos estou parada nos mesmos. Tem tantos que eu queria ler, mas só de abri-los já sinto preguiça, é impressionante. Parece que tem sempre algo mais interessante para se ver/ler na internet. O livro parece algo “solitário” demais. Mas isso também me causa bastante angústia, pois sei que estou perdendo de aprender muita coisa. O último livro em que consegui me concentrar foi de quadrinhos, e lia em viagens e ônibus.

  41. A Internet nos obriga a ler volumes imensos de pequenos trechos… e a nova cultura digital vai se basear na capacidade de retenção de cliques… “bons textos digitais” são aqueles que nos inspiram a clicar nos links relacionados ao texto lido… na verdade estaríamos lendo o mesmo “texto”… o eixo está firme e a sedução mantém a peteca no ar e o enduro emociona o cérebro que não quer perder o fluxo… o mesmo acontece com livros analógicos, pois o desafio do autor é nos convencer a seguir em frente no próximo parágrafo…. sofro do mesmo problema comentado pelo Wagner, daí meto fones de ouvido, trilha sonora e uma pilha de três ou 4 livros diferentes mas alinhados conceitualmente, porque quando a peteca ameaçar a cair basta trocar o livro e manter o enduro em ritmo frenético… não serve para todo mundo, claro, mas não podemos perder a graça e o poder da leitura, vale qualquer sacrifício… Boa leitura, mesmo q seja em cacos, pois os mais belos mosaicos são feitos de pedacinhos, inclusive a tela em que vc lê esse texto é feita de milhares de pixels…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

98 points
Upvote Downvote