in

Red Dead Redemption 2, o jogo que me entediou!

Entrei no hype do novo Red Dead Redemption e caí do cavalo. Não, não estou falando do personagem não, estou falando de mim mesmo, o jogador.  

Por diversas vezes tentei sentar e jogar Red Dead Redemption 2. Fiz o tutorial, comecei o jogo, viajei para algumas cidades, roubei, matei, meu cavalo morreu… eu morri. É um jogo visualmente lindo, muito bem-acabado, mas na maioria das vezes me frustrou muito, e o pior, me deixou entediado.  

Morgan e Lenny bebendo em uma das missões que mais me irritou!

Uma das quests, por exemplo, tinha que levar Lenny, um dos amigos do acampamento, para beber no saloon, antes de partir para o resgante de outro membro, o Micah. Ambos ficam extremamente bêbados, você começa a procurar Lenny pelo salão, a visão do jogo fica turva, como se você estivesse realmente alcoolizado. É muito chato. Parece que a missão não acaba nunca e quanto acaba (SPOILER), os dois estão presos. Ele paga a fiança, vocês saem e segue o jogo. Não achei a quest nem divertida. É maçante.  

Quem me conhece sabe que AMO os jogos com narrativa aprofundada e esse foi um dos problemas de Red Dead 2 pra mim. A narrativa do jogo não começa com um propósito. Seu personagem não tem um norte para seguir. Você está com seu bando, vocês montam um acampamento em um lugar qualquer, as missões vão aparecendo e tudo é meio jogado. Eu não me importei com o personagem, não faz diferença se ele morre ou vive. Não dá vontade de seguir com a história pra saber o que vai acontecer com ele e isso é muito frustrante.  

Algumas pessoas me falaram que a história engata mais pra frente, que depois fica boa e etc, etc. Tenho a sensação de estar na página 100 de um livro esperando engatar. Quando você está lendo um livro, se depois de 30 páginas nada acontece, você abandona o livro, ou ele se torna uma leitura extremamente arrastada e entediante. A mesma coisa com uma série de TV. Você assiste 2, 3 episódios e nada da história empolgar. Normalmente você abandona ou segue para descobrir que depois de 10 episódios a série é realmente chata pra você.  

É exatamente assim que me sinto em Red Dead Redemption 2. 

Outro ponto que me deixou bastante frustrado foi a árvore de diálogo do jogo. É extremamente ruim quando abrem as opções que você tem que escolher. A maioria das vezes ou você cumprimenta, ou faz um comentário em tom ameaçador ou toma uma simples decisão. Em todas as quests que entrei, nada mudou nas minhas escolhas. Somente um comentário que levou a uma briga ou um “deixa quieto”. Sinto falta dos diálogos mais profundos e com decisões mais tensas, como em The Witcher 3 ou Fallout 4, que foram os jogos que mais joguei. Depois de muitas horas de jogo, os diálogos ainda são superficiais pra mim e não me fazem entrar no jogo.  

O sistema de tiroteio também achei muito ruim, não traz uma sensação de velho oeste como eu imaginei que teria. Quando estou perseguindo alguém a cavalo e miro para acertar a pessoa, o tiro quase sempre erra na primeira. Mesmo com a arma devidamente apontada, parece que a sina é sempre errar o primeiro tiro. Outro ponto frustrante.  

Ou seja, depois de alguns dias e muitas horas jogando, posso cravar que Red Dead Redemption é um jogo extremamente frustrante pra mim. O jogo que conseguiu me entediar. Pode ser que, futuramente, eu dê uma nova chance a ele, mas no momento, estou profundamente decepcionado com o jogo mais “hypado” dos últimos tempos.

*obs: esse post reflete uma opinião pessoal minha e apenas minha, não tendo relação com qualquer outro membro do site ou a própria marca.

Report

What do you think?

82 points
Upvote Downvote
Participant

Written by Castrinho

Publicitário, produtor de conteúdo, contador de histórias e organizador do Concurso Hydra de Literatura Fantástica. É também o criador do Universo Insônia e estrategista de comunicação dos eventos Fantasticon (Simpósio de Literatura Fantástica) e Sarau Fantástico.

14 Comments

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *