in

Opera d’arte ganha Golden Lion na Bienal de Veneza

“Sun & Sea (Marina)” nos faz questionar sobre mudanças climáticas e o que consideramos como lugar seguro e feliz.

Durante a semana de abertura da La Biennale di Venezia (Bienal de Veneza), espalhou-se a notícia de que o pavilhão mais impressionante da cidade não estava no Giardini, nem no Arsenale – ambos lugares mais procurados durante a Bienal de Arte – mas em uma rua tranquila no bairro de Castello. O Pavilhão da Lituânia começou a atrair multidões de visitantes interessados em ver a sensação do Instagram que é melhor descrita como uma ópera de praia coberta.

A peça, intitulada Sun & Sea (Marina) (2019), foi criada por um trio de mulheres criativas: a cineasta e diretora teatral Rugilė Barzdžiukaitė; escritora, poeta e dramaturga Vaiva Grainytė; e a compositora Lina Lapelytė. O conjunto da ópera se passa em uma praia falsa, completa com espreguiçadeiras, insufláveis e areia. Uma trupe de duas dúzias de artistas da Lituânia e da Itália cantam harmoniosamente, “representando o humor negro que reflete na Terra decadente, sob o pretexto de um dia de praia preguiçoso e divertido“, segundo a explicação na página oficial da peça.

Segundo relatos nas redes, quando você entra no grande prédio de tijolos, é atingido pelo calor ameno do espaço. Então os visitantes sobem as escadas para uma varanda, uma plataforma de observação, onde cerca de 70 pessoas ficam ao redor dos balaústres, olhando para baixo. Abaixo, a praia parece surreal. Artistas vestidos de trajes de banho descansando e brincando pela areia, com vozes angelicais que enchem a sala.

View this post on Instagram

So good.

A post shared by Janine Sytsma (@janinesytsma) on

Dentro do contexto da bienal, onde os vídeos abordam a mudança climática e outras questões urgentes do momento, a performance ao vivo ressoa em voz alta. Além de ser visualmente e auditivamente impressionante, a peça é um aviso com urgência. A praia, o lugar quente e ensolarado que associamos à alegria e à liberdade será, um dia, perigoso demais para receber a vida humana. E ao invés de cuidar do que temos hoje, podemos futuramente ter que procurar uma praia artificial, não muito diferente desta.

Por conta da apresentação, o Pavilhão da Lituânia recebeu o prestigioso prêmio Leão de Ouro no último sábado e, caso estiver pela cidade, a apresentação segue até dia 31 de Maio.

Reportar

Hero

Escrito por Julio Moraes

Julio Moraes é empresário e atua na área de estratégia e planejamento em Marketing & Digital há mais de 16 anos e conta com trabalhos em mais de 20 empresas nacionais e internacionais. Atualmente vivendo e trabalhando em Los Angeles e com trabalhos ganhadores do EMMY® - The Television Academy e indicados ao HFPA® Golden Globes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

132 points
Upvote Downvote