Instagram Stories, Snapchat e a velocidade da mudança

Hoje o Instagram anunciou o lançamento do Stories, um recurso para compartilhamento de estórias que serão apagadas em 24 horas. Sim, em 24 horas. Ctrl C + Ctrl V do Snapchat.

Já não era sem tempo, aliás. Muito me surpreendia que a principal empresa de interação social do mundo estivesse alheia à notável mudança no comportamento dos usuários.

Mesmo que esta mudança ainda não tenha sido absorvida por todos, afinal a pergunta “Para que serve o Snapchat mesmo?” ainda encontra-se nos debates, os millennials seguem firmes em seu propósito inconsciente de forçar a reinvenção quase diariamente.

Desta vez, mostraram-se avessos a compartilhar suas vidas pessoais de forma eterna. Querem algo imediato, que sirva para hoje. Quem disse que essa geração quer saber do amanhã? Um comportamento Ferris Bueller que nenhum sociólogo será capaz de descrever.

Se a integração de um produto de duração infinita com outro de curtíssima duração terá sucesso, ninguém pode afirmar. Mas basta avaliarmos, mesmo que superficialmente, os resultados das últimas criações e aquisição de Mark: Messenger, Whatsapp e o próprio Instagram. Todos integrados para atender as necessidades individuais de cada geração/publico/finalidade. Tem para todos os gostos, timings e bolsos (neste último, claro, das agência e anunciantes).

Uma nova revolução vem por aí, provando que nada está consolidado. Nenhuma estratégia ou empresa. Só que a prova maior, desta vez, é a velocidade da mudança, que acaba de atingir níveis que nem a luz alcança. Haja física!

Default image
Renato Camargo
Sou um garoto de programas. Mas aqueles de fidelidade. Falo sobre relacionamentos. Mas aqueles entre empresas e clientes. Qualquer paralelo com a realidade é pura ficção. Head de Loyalty e CRM do GPA e devorador de pães de queijo.

15 Comments

  1. Olha Paula Fogaça Rolim, Lucymara Andrade e Natália Bontorim De Lucca

  2. Só agora que vi sua descrição no post! Muito bom!!!!!!!!!!

  3. Acho que cada uma tem um uso muito bem definido.
    Hoje o Instagram é usado como ” Portfólio”, uma galeria – de experiências, de imagens, de eventos… mas só dos que são mais relevantes.
    O Snap seria uma mesa de Bar. Onde Compartilhamos histórias, mas no outro dia quase ninguém lembrará.

Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh