in ,

A Nike quer contar para o mundo sobre o projeto Vida Corrida, do Capão Redondo

Iniciativa faz parte do compromisso global da marca para promover o acesso ao esporte para crianças.

Neide Santos é moradora do Capão Redondo, conhecido como o bairro mais violento do município de São Paulo. Há 20 anos, logo após a morte de seu filho e também de seu marido, ela criou o Projeto Vida Corrida, que tem como objetivo transformar vidas por meio do esporte, especificamente com a corrida. 

No começo, a iniciativa contava com seis mulheres focadas em promover a inclusão social e trazer mais qualidade de vida aos moradores do Capão. Hoje, ela atende mais de 700 integrantes. Voltado especialmente às crianças e adolescentes, o projeto quer proporcionar a eles um futuro melhor, para que cresçam em um ambiente com oportunidades iguais e sem tanta violência. A Neide, criadora do Vida Corrida, cresceu e vive até hoje cercada por essa violência, e sofreu diversas perdas – além de seu filho. 

Neide, que é mãe de três filhos, foi entregada para adoção aos seis anos de idade. Mas a experiência foi traumática: na nova família, ela sofreu uma série de abusos ao longo de anos, e só depois de um longo período de tempo foi levada a uma nova família. Foi aí que ela frequentou a escola pela primeira vez – quando já tinha 11 anos.

Mais tarde, aos 14, começou a praticar a corrida, como uma forma de tentar sair correndo para longe dos problemas. O hábito que começou nas aulas de educação física da escola cresceu, virou parte de sua rotina e acabou tomando forma nesse projeto social, já que percebeu que o esporte podia, de fato, tornar o dia a dia das pessoas mais leve, dentro daquele ambiente tão pesado. “Depois que eu perdi meu filho, eu aprendi a amar os filhos dos outros. E a cuidar dos filhos dos outros.”, disse. 

A moradora do Capão transforma, diariamente, as vidas em sua comunidade. Agora, sua história será eternizada pela Nike, que vai contá-la para o mundo a partir desta semana. A marca é uma das apoiadoras do projeto há dez anos, e explica o envolvimento com ele pelo compromisso social que prega. Com o compromisso social de batalhar por essa causa, a marca decidiu ampliar a voz de Neide, dando visibilidade global a uma ideia que começou despretensiosa, lá atrás, no bairro do Capão. 

O filme será divulgado nos canais digitais, mas a campanha vai além: após a história de Neide e do Vida Corrida, serão apresentados ainda novos vídeos, com outros exemplos de pessoas e projetos que seguem essa mesma linha de atuação, inclusive em outros países, como China e Alemanha. 

O compromisso global da Nike foi estabelecido por meio do “Feito Pra Jogar” (“Made to Play”), uma iniciativa da empresa que apoia projetos inovadores que, ao todo, ajudam mais de 17,5 milhões de crianças ao redor do mundo. A ideia é promover o acesso ao esporte para que as crianças tenham uma vida não só mais saudável, mas também feliz e bem-sucedida. No Brasil, atua com o projeto há mais de dez anos. Atualmente, contribui com acesso ao esporte de 300 mil crianças e jovens a cada ano, além de apoiar cerca de 100 organizações sociais.

Reportar

Legend

Escrito por Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent AuthorStory MakerVotador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

88 points
Upvote Downvote