14.1 C
Sao Paulo
17/11/2019
Ciência educação

Alyssa Carson (18) está treinando para ser a primeira humana em Marte

Alyssa Carson é apaixonada pelo espaço desde que era bem pequena – aos três anos de idade, a garota já falava em ser astronauta e, desde então, tem levado esse plano bem a sério. Aos 16, Carson se tornou a pessoa mais jovem a se formar na Advanced Space Academy e a primeira a completar todos os sete campos espaciais da NASA. Na ocasião, recebeu a certificação em astronáutica aplicada, o que permite oficialmente que ela faça um voo de pesquisa no espaço. 

Dreaming of the red planet | Alyssa Carson | TEDxBucharest

A jovem tem boas chances de se tornar a primeira humana a pisar em Marte – ainda que isso signifique não voltar mais para a Terra. No ano passado, a NASA anunciou seus planos para lançar uma missão ao planeta vermelho até 2030. Como Marte faz parte do nosso sistema solar e, guardadas as devidas proporções, não é tão distante da Terra, se torna um alvo óbvio para a exploração humana. A potencial missão de Carson ao planeta ainda não desbravado envolveria a busca por formas de vida, a compreensão da superfície de marte e a evolução do planeta nos últimos anos, a fim de entender e, se for o caso, preparar para uma possível colonização humana no futuro. Recentemente, a NASA planejou uma viagem de retorno usando seu foguete, o Space Lauch System (SLS). 

A missão do SLS a Marte – “uma viagem de 40 milhões de milhas através de uma extensão congelada de vazio escuro e mortal” – é onde Carson planeja chegar quando tiver 29 anos. E as duras realidades e os riscos associados parecem não assustá-la. Esta viagem de retorno que a NASA está planejando para Marte colocaria Carson longe da Terra por aproximadamente dois a três anos. “Sempre há uma sensação de medo de que algo possa dar errado, já que nenhuma missão ao espaço jamais foi 100% segura. Mas eu definitivamente acredito que uma missão a Marte e todos os benefícios que podemos obter disso superem qualquer um dos riscos”, disse em entrevista ao TNW (The Next Web). 

Existe um real interesse em ocupar Marte por conta da superpopulação na Terra. Segundo um relatório do Population Reference Bureau (PRB), a população mundial pode aumentar para 9,9 bilhões até 2050. Apesar disso, existem discussões sobre o “merecimento” dos seres humanos de habitarem um novo planeta, especialmente por conta da crise climática que enfrentamos atualmente. Sobre o assunto, Carson discorre: “É meio irônico, porque as coisas que estamos fazendo na Terra, que na verdade são muito prejudiciais, são exatamente o que precisamos fazer para Marte. Como Marte está mais longe do sol, lá está mais frio, e precisamos aquecer o planeta. Estamos fazendo isso na Terra com muito sucesso, então acho que temos essa habilidade”. A garota disse ainda que, no futuro, espera que os humanos habitem múltiplos planetas, incluindo Júpiter. “Marte é nosso primeiro nível de aprendizado sobre como viver em novos planetas.”, concluiu. 

Por fim, além de potencialmente se tornar o primeiro ser humano a visitar Marte, Carson espera que sua jornada ao espaço inspire outras garotas a seguirem seus sonhos: “Quando eu tinha três anos e sonhava em ser astronauta e ir para Marte, foi provavelmente o sonho mais bobo que eu poderia ter escolhido. Mas quanto mais eu trabalho pra isso, mais próximo isso chega da realidade.” 

Como anda aquele seu antigo sonho de ser astronauta? 🙂

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh