Heineken aciona legado de Senna durante o GP do Brasil de F1

Detentora do nome oficial da prova, a cervejaria usou (e abusou) de Ayrton Senna para promover sua marca durante o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, disputado no último final de semana, em Interlagos.

Durante o mês, diversas ações com o nome do tricampeão mundial foram realizadas em São Paulo, aproveitando a celebração de 25 anos de seu legado, em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS). No dia da prova, o nome Senna era mais presente no Autódromo José Carlos Pace do que o de Lewis Hamilton, hexacampeão da categoria.

No “S” acontecem as principais ultrapassagens. Sorte dos vencedores (Frank Toogod)

MEMÓRIA VIVA

As principais ativações se concentraram no setor H. Além da arquibancada montada em um lugar estratégico (e nobre) do circuito, bem em frente ao famoso “S do Senna”, os 600 contemplados pela promoção realizada pela marca nas redes sociais tinham acesso à McLaren MP4/4, o carro mais famoso pilotado por Ayrton. Antes da prova, o sobrinho Bruno Senna conduziu o carro por algumas voltas.

Atrás da arquibancada, um lounge concentrava uma mini-exposição com objetos históricos do piloto, como capacetes, troféus, macacões, uma réplica do primeiro kart e uma área interativa, com vídeos que exploravam toda sua carreira, do kart aos títulos mundiais.

Além da memorabilia, um simulador de realidade virtual emulava uma volta de Senna por Interlagos, narrada pelo próprio brasileiro, proporcionando uma experiência imersiva. Fechando as atrações do espaço, uma pista de autorama divertia os presentes.

VIVIANE SENNA VISITA O ESPAÇO

Entre os visitantes, uma ilustre presença: Viviane Senna, irmã de Ayrton e presidente do IAS, esteve no local na manhã de domingo e arriscou umas voltas no controle de um dos carrinhos do autorama. “Foi muito difícil. Não sabia nem por onde começar”, disse, rindo, em entrevista ao Update or Die.

Viviane também comentou as ações realizadas pela marca. “A Heineken fez essa homenagem o ano todo ao Ayrton, desde o Senna Day, em maio. É uma homenagem muito sensacional. Acho que 25 anos passaram num piscar de olhos. É muito tempo, mas parece que foi ontem. A memória que o Ayrton deixou é algo muito impressionante na cultura brasileira. As pessoas lembram como se fosse hoje”, explicou. “É uma figura mítica, que encarnou valores. Mais do que vitórias e poles, o Ayrton deixou um legado de valores, que são eternos”, finalizou.

Viviane Senna se arrisca no autorama durante GP do Brasil (Frank Toogood)
Default image
Frank Toogood
Criador de conteúdo. Apaixonado por esportes e por jornalismo. Romanista nascido e crescido em São Paulo, e hoje aproveitando a qualidade de vida do interior paulista
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh