Boris Becker, na pior prisão de Londres, que fica a apenas 3 quarteirões de Wimbledon

Tenista foi considerado culpado por ocultar bens e empréstimos e está na mesma prisão em que Oscar Wilde ficou detido em 1895, por homosexualidade.
nbsp

Boris Becker , vencedor de seis Grand Slams de tênis, foi recentemente considerado culpado por ocultar bens e empréstimos no valor de três milhões de euros, o que o levou a ser condenado a dois anos e meio de prisão.

A lenda do tênis alemão de 54 anos, que entrou com pedido de falência em 2017, escondeu seus bens e empréstimos para evitar o pagamento de suas dívidas, que somavam 60 milhões de euros na época.

Becker deve passar um ano e meio de sua sentença de dois anos e meio na prisão, antes de ser elegível para uma liberdade condicional.

Boris Becker na perigosa Prisão de Wandsworth

nbsp
Prisão de Wandsworth

Becker deve começar a cumprir sua pena na HMP Wandsworth Prison , uma prisão conhecida como ‘Wanno’, que está ironicamente localizada a apenas 3,2 quilômetros do All England Club, que hospeda o torneio de Wimbledon que ele venceu três vezes, em 1985, 1986 e 1989.

nbsp
Prisão de categoria B, superlotada há 170 anos.

“Ratos, violência, abuso de drogas e prisioneiros trancados em suas celas 22 horas por dia: esta é a vida dentro da prisão vitoriana em ruínas que Boris Becker vai morar agora”

Esta prisão para 1.300 detentos, que é fortemente criticada pelo uso de drogas e pelos problemas de saúde mental de muitos presos, é descrita como “uma das piores prisões do Reino Unido”.

Como exemplo da violência no presídio pode ser visto nos números, pois entre 2020 e 2021, os agentes penitenciários tiveram que recorrer ao uso da força 1.295 vezes.

Becker , que foi detido em uma ala com seis chuveiros para 86 celas (que podem acomodar até seis presos), terá que passar um mínimo de 15 dias na prisão de Wandsworth antes de ser transferido para uma prisão de categoria C de segurança mais baixa.

Regras de sobrevivência para Boris Becker na prisão de Wandsworth

O cineasta Chris Atkins, ex-prisioneiro de Wandsworth, descreveu a prisão em um livro.

“Gritando, batendo, gritando, berrando, rosnando, latindo, ameaçando, reclamando, rindo, gemendo, discutindo, brigando, uivando, chorando. É como se alguém tivesse baixado todos os efeitos sonoros e os estivesse tocando no volume máximo de uma só vez.”

Chris Atkins, cineasta e ex-prisioneiro de Wandsworth

A ala de recepção parece ter sido reformada pela última vez em 1895, quando Oscar Wilde esteve aqui… preso por homossexualidade”.

“A maioria dos prisioneiros parecem doentes mentais ou enlouquecidos por drogas. Ou as duas coisas. Wandsworth é uma prisão muito violenta, mas se você mantiver a cabeça baixa e não se envolver com drogas, dívidas e toda a política, não é tão perigoso”, disse Atkins sobre sua experiência em Wandsworth.

Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die.

post anterior
nbsp

Sem medo do dedo! Campanha argentina sobre o câncer de próstata

próximo post
nbsp

Lady Gaga lança trilha de Top Gun: Maverick

relacionados