14.1 C
Sao Paulo
17/11/2019
Tecnologia

França busca escritores de sci-fi para prever futuras ameaças militares

Em setembro de 2018, a França lançou o Defense Innovation Agency (DIA), uma organização projetada essencialmente para as forças armadas francesas – mais ou menos o que a DARPA faz para os Estados Unidos – pesquisar e desenvolver tecnologias futuristas.

E hoje, para ajudar a prever que tipos de tecnologias ela pode precisar no futuro – e de que tipo ela pode se deparar – a agência está se voltando para uma fonte improvável de informações: escritores de ficção científica.

De acordo com um relatório recém-publicado da DIA (acima), a França quer montar um “red team” composta por quatro a cinco escritores de ficção científica e futurólogos para “propor cenários de ruptura” em que os militares não conseguem prever.

Esses cenários incluirão possíveis maneiras pelas quais terroristas ou governos inimigos podem se beneficiar da tecnologia avançada, de acordo com uma reportagem da BBC, que também aponta que o supergrupo de ficção científica deve usar de role-playing e outras técnicas para descobrir suas previsões.

Então, se você acha o filme Independence Day é um documentário, e jura que o filme Arrival é na verdade uma aula de língua nativa estrangeira (de outra galáxia), essa é sua chance.

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh