Quando os EUA quase despacharam o Bisão do planeta

Nunca tinha ouvido falar nisso. É impressionante. Olha essa foto!

Por volta de 1800, o governo americano quase, por muito pouco mesmo, conseguiu extinguir o Bisão Americano. Aquele que a gente chamava de Búfalo (erroneamente) e que sempre aparece em filme de cowboy. E sabe pra que? Porque se acabassem com o Bisão, matariam os índios de fome! Estratégia para facilitar a ocupação do velho oeste. Ah, o ser humano.

O plano foi o seguinte. A primeira medida foi valorizar a carne e a pele. Depois a caça foi liberada. E por fim, incentivada. Lí que um dos passatempos prediletos dos passageiros que faziam longas viagens em trens pelo oeste era ficar dando tiro em Bisão pela janelinha. Um atrás do outro, a viagem inteira.

O resultado foi um nazismo em versão animal (e indígena!). Uma redução no número de Bisões da ordem de **centenas de milhões** no começo do século para MENOS DE MIL, em 1890.

Vou escrever de novo: de centenas de milhões, para menos de mil. Precisei reler para ter certeza que não era erro de digitação.

A chacina só não chegou a extinção total por causa de Theodore Roosevelt, que mandou parar com o absurdo.

Hoje estima-se que existam 500 mil Bisões nos Estados Unidos.

[via]

Default image
Wagner Brenner

One comment

  1. Que amador. Nós evoluimos muito nossos sistema de extermínio, nos últimos 50 anos extinguimos 60% da vida animal do planeta. Entenda que isso quer dizer que extinguimos sim espécies inteiras de répteis, aves, mamíferos, peixes, anfíbios, invertebrados, além de reduzir drásticamente o númeor de outras espécies.

    1
    1
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh