Use essa ferramenta do Google para checar a privacidade dos seus dados

Hoje é o Dia Internacional da Proteção de Dados. E ferramenta do Google ajuda a checar os seus.
HTML tutorial

Hoje é o Dia Internacional da Proteção de Dados. Não é feriado. Nem é dia de folga do trabalho. Mas apesar de ninguém saber que essa data existe, ela foi criada justamente para aumentar a conscientização do quanto é importante essa questão de privacidade, que vai muito além do compartilhamento indevido de dados em si.

É uma questão que afeta a sociedade como um todo. É só você parar pra pensar o que as empresas tem feito com seus dados nos últimos anos e o quanto a internet mudou nos últimos anos em relação à marcas.

Para celebrar o dia, o Google disponibilizou uma ferramenta que ajuda a checar seus dados. É muito fácil de usar e em poucos minutos você decide o que quer – e o que não quer – compartilhar.

Em um só lugar, é possível revisar configurações de privacidade de todos os serviços atrelados ao Google, aumentando a proteção e elevar o controle sobre seus próprios dados

O Check Up

Impedir o celular de rastrear localizações visitadas, controlar dados pessoais salvos em aplicativos de serviços Google ou de terceiros, apagar histórico de atividade na internet e decidir quais informações devem ser compartilhadas abertamente. Essas são algumas das opções que todos os usuários do Google encontram na página do Check-up de Privacidade, disponível para todas as Contas do Google.

De modo simples, o usuário encontra em suas configurações de privacidade na Conta do Google opções que o colocam no controle das suas próprias informações. Ao acessar o Check-up, o usuário se depara com sugestões de revisão com base nos serviços que mais usa.

Uma delas é a exclusão automática de atividade na web e de aplicativos, sendo possível definir quanto tempo essas informações — que ajudam a personalizar a experiência do usuário online — ficam salvas, ou mesmo se devem ser armazenadas ou não.

Os usuários podem escolher fazer o download de todas as suas informações organizadas e armazenadas nos serviços que utiliza em sua experiência na rede e deletá-las do ambiente virtual por completo, como um backup.

Na ferramenta é possível, ainda, verificar questões de segurança e alterar configurações para melhorar ainda mais a proteção já oferecida pelo Google. Ao revisar a “Personalização de anúncios”, opção que promove a visualização de anúncios mais úteis para os usuários, o dono da conta pode desativá-la de modo amplo ou escolher anunciantes específicos que gostaria de bloquear. Importante lembrar que o conteúdo do Drive, Gmail e Fotos nunca é utilizado para fins de publicidade.

Também está nas mãos do detentor da conta a decisão sobre o que acontece com dados referentes aos sites e serviços que visitou enquanto navegava na web, seu histórico de localização e dados de histórico que impactam na experiência do usuário no YouTube. Todas as informações armazenadas podem ser consultadas, inclusive com uma linha do tempo no Google Maps, ou detalhes de pesquisa e exibição nos navegadores de internet e no YouTube.

O Check-up de Privacidade também sugere ao dono da conta a opção de escolher um plano por meio do “Gerenciador de contas inativas” para determinar o que acontecerá com seus dados se o usuário parar de usar a conta, no caso de falecimento ou outra razão. Além disso, o usuário pode definir quais informações (como nome, foto, idade) ficarão visíveis para outras pessoas e ainda gerenciar quais aplicações de terceiros podem ou não continuar tendo acesso a dados da sua Conta do Google.

Central de Segurança

O Check-up de privacidade está incluído na nova e expandida Central de Segurança, lançada no ano passado. Em um só lugar, o site oferece de modo fácil e intuitivo informações e acesso a ferramentas para que as pessoas estejam mais protegidas na web e no controle das suas informações nos seus mais diversos produtos do Google.

A nova Central de Segurança destaca e oferece acesso fácil também a recursos como a Verificação de Segurança , que oferece um modo fácil e personalizado de proteção da conta no Google, a Verificação em duas etapas. A Central de Segurança inclui, ainda, entre outras questões, detalhes de como o Google protege a privacidade e reforça a segurança pessoal nos diversos produtos.

No Google Maps, por exemplo, o usuário tem a opção de ativar o modo de navegação anônima. Na Busca do Google, para evitar resultados indesejados ou inadequados, o Google oferece uma camada de proteção adicional com o SafeSearch , que ajuda a filtrar resultados sexualmente explícitos. No Google Fotos, recentemente foi anunciado o novo recurso de Pasta Trancada (disponível inicialmente em celulares Pixel 3 ou mais recentes), que permite ao usuário salvar fotos e vídeos em uma pasta protegida por senha, garantindo que o conteúdo não fique visível na biblioteca do app.

Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die.

Previous Post

Bob Cuspe ganha apoio para a corrida ao Oscar 2022

Next Post

O que assisti de legal em janeiro de 2022

Related Posts