Tendências & Insights Varejo

The Future 100: As tendências para 2018 em varejo

A J. Walter Thompson Intelligence realiza todos os anos um compilado de tendências para ficar de olho no ano que está por vir, o The Future 100. Por meio do site deles, o conteúdo pode ser baixado gratuitamente, em PDF.

As tendências para 2018 são divididas em dez tópicos: Cultura, Tecnologia e Inovação, Viagem e Hospitalidade, Brands e Marketing, Comida e Bebida, Beleza, Varejo, Saúde, Luxo e Lifestyle.

Ao longo dos próximos dias, vou destacar aqui no UoD o que achei de mais interessante em cada uma das categorias – tanto para o bem quanto para o mal. Abaixo, seguem as tendências na área de Varejo.

Tecnologia varejista

A experiência de simplesmente ir ao shopping comprar algo novo está ficando cada vez mais ultrapassada. A ideia agora é tornar o momento de compras mais imersivo, com tecnologia de voz, realidade aumentada e até inteligência artificial. É a tecnologia revolucionando o varejo.

A Nike, por exemplo, já criou uma ação onde para comprar determinados tênis via aplicativo, o usuário deveria apontar o telefone para uma imagem específica da Nike, num site ou num cartaz na rua. A Amazon também já está brincando com a realidade aumentada e lançou um recurso em seu aplicativo de comprar no qual os clientes podem visualizar como um produto irá ficar em sua casa.

De acordo com a empresa de pesquisa e consultoria Gartner, a tecnologia de voz está em alta no varejo e a tendência é que ainda neste ano dispositivos como Amazon Echo e Google Home estejam em mais de 10 milhões de casas. O Walmart, de olho nesse crescimento, anunciou em agosto do ano passado uma parceria com o Google para compras através da tecnologia de voz, usando o Google Assistant. Tem a ver com transformar o momento de comprar em uma atividade mais rápida, fácil e também divertida.

Amazon is everything

2018 pode ser o ano mais interessante da Amazon até agora. Após a surpreendente aquisição da Whole Food, em 2017, muitos se perguntam qual será a próxima. Desafios para o ano incluem as questões: A Amazon obterá aprovação regulamentar para entrega via drones? Os consumidores estarão confortáveis com o Amazon Key, sistema onde os correios deixam os pacotes direto em suas casas?

A empresa ainda revelará qual das 238 cidades norte-americanas que apresentaram propostas será escolhida como endereço de sua segunda sede – ela prometeu investir mais de 5 bilhões de dólares em construção e oferecer empregos bem remunerados para até 50 mil pessoas.

Especialistas avaliam que esse é o grande ano decisivo para a empresa.

O varejo não morreu. E nem vai.

O comércio em lojas físicas foi “ameaçado de morte” nos últimos anos – ao lado da televisão, do jornal e etc. Mas isso não aconteceu e aparentemente nem vai. Marcas que existem apenas na internet ou nas redes sociais estão revitalizando isso, através de lugares que mesclam a experiência on e offline.

A startup Bulletin, no Brooklyn, aluga espaços físicos temporários para marcas online independentes. O projeto foi chamado de “WeWork For Retail” para traduzir a ideia colaborativa do espaço de varejo. Eles ainda se definiram como “a encarnação física de um blog de lifestyle”.

“Acreditamos que as lojas de varejo precisam ser reinventadas para otimizar as experiências em vez de simplesmente substituir, ou seja, criando espaços que oferecem experiências memoráveis ​​para os clientes em vez de se concentrar apenas em aumentar vendas “, disse Alana Branston, CEO e co-fundadora da Bulletin, à JWT Intelligence.

A Amazon (olha ela aqui de novo!) e a Alibaba também estão se aventurando no varejo tradicional, com espaços que combinam sofisticados sistemas de pagamento online e a experiência offline de fazer compras.

A conclusão aqui é que apesar da conveniência do comércio eletrônico e do imenso número de compras online feitas a cada minuto, os consumidores ainda gostam da emoção de ver, tocar e se envolver pessoalmente com um produto. E por incrível que pareça, são as marcas e-commerce que estão liderando o caminho para unir os dois mundos de maneira única e inovadora.

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh